Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Só 27,5% do público-alvo se vacinou contra gripe; campanha vai até 26 de maio
09/05/2017 14:53 em Dicas

 

 

Só 27,5% das 54,2 milhões de pessoas que fazem parte do público-alvo para a vacinação de gripe receberam a imunização. A campanha nacional de vacinação contra gripe começou no dia 17 de abril e vai até 26 de maio.

 

 

 

Os estados com menor cobertura são Piauí (10,1%), Pará (11,4%) Mato Grosso do Sul (11,6%), Roraima (12,1%) e Alagoas (15,7%) . Já os estados com maior cobertura são Paraná (53,1%), Rio Grande do Sul (47,2%) e Santa Catarina (43,3%).

Mapa mostra a porcentagem do público-alvo de cada região que já recebeu a vacina contra a gripe (Foto: Reprodução/Jornal Hoje)Mapa mostra a porcentagem do público-alvo de cada região que já recebeu a vacina contra a gripe (Foto: Reprodução/Jornal Hoje)

Mapa mostra a porcentagem do público-alvo de cada região que já recebeu a vacina contra a gripe (Foto: Reprodução/Jornal Hoje)

Veja quem recebe a vacina pelo SUS

Crianças de 6 meses a menores que 5 anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias)

Gestantes

Puérperas (mulheres que estão no período de até 45 dias após o parto)

Idosos (a partir de 60 anos)

Profissionais da saúde

Povos indígenas

Pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional

Portadores de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade

Professores de escolas públicas ou privadas

Em 2016, o número de casos de influenza foi alto: foram 12.174 casos confirmados de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) por influenza no país. A SRAG é uma complicação da gripe. Houve ainda 2.220 mortes, número alto em comparação a anos anteriores. Do total de óbitos, a maioria (1.982) foi por influenza A/H1N1. Este foi o maior número de mortes por H1N1 desde a pandemia de 2009, quando 2.060 pessoas morreram em decorrência do vírus no Brasil.

Três subtipos

A vacina disponível no SUS protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no país: A/H1N1; A/H3N2 e influenza B.

Segundo o ministério da Saúde, 60 milhões de doses de vacinas foram adquiridas, das quais 21,1 milhões de doses já foram distribuídas aos estados.

 

Os grupos prioritários devem se vacinar todos os anos, já que a imunidade contra os vírus cai progressivamente. Além disso, o vírus da gripe passa por mutações frequentes.

COMENTÁRIOS